Para cultura, candidatos têm planos de construir arena e manter festivais

Reinaldo Azambuja, atual governador do Estado, e Odilon de Oliveira responderam sobre planos para o setor em MS

13/10/2018 às 14:34:00

Os candidatos que disputam o 2º turno das eleiçõesReinaldo Azambuja (PSDB), atual governador de Mato Grosso do Sul, e Odilon de Oliveira (PDT), pretendem manter os festivais culturais que o Estado tem, mas também implementar novos eventos.

Campo Grande News tem feito perguntas aos postulantes sobre projetos práticos para cada setor, em eventual vitória. O assunto desta segunda-feira (dia 15) é cultura.

Reinaldo afirma que o governo estadual avançou em algumas coisas e admite que não fez o suficiente para o setor. Por isso, a ideia é incluir já no orçamento de 2019, que é discutido em 2018, as prioridades para o setor, de forma a garantir o recuso para execução.

De forma prática, o governador afirmou que vai construir um Centro de Múltiplas Atividades em Campo Grande. Ele já havia dito isso durante as comemorações dos 119 anos da Capital, em 26 de agosto, (confira a matéria link da no quadro “veja também”) e reforçou a ideia durante reunião com representantes da cultura em 25 de setembro de 2018.

No espaço deve ser viabilizada acústica que permita sons de shows, estacionamento, e que também permita outros eventos.

O governador também se comprometeu a restaurar alguns espaços culturais, como o Teatro Aracy Balabanian. Pediu aos representantes da cultura que elenquem qual o local mais urgente para ação já no ano que vem.

Odilon de Oliveira, do PDT, afirma que vai manter os festivais que existem e também criar novos para atender outros municípios. Citou como exemplos Sonora, Costa Rica, Coxim.

Caso eleito, pretende também dar autonomia financeira ao setor de Cultura e destinar 1,5% da receita tributária do Estado para esta área. O postulante afirmou, ainda, que quer implementar projetos de cultura dentro das escolas estaduais de ensino integral.

Para Odilon, as instituições de ensino não podem ficar só nos ensinos de português e matemática, por exemplo. Mas, também, se estender para assuntos voltados à cultura.

Ainda sobre festivais, o candidato do PDT afirma que quer adotar melhores critérios para contratação de artistas, buscando valorizar artistas do Estado.